QUEM SE PODE CANDIDATAR?

Todos os investigadores, nacionais e internacionais, start-ups e empreendedores que estão integrados na Rede Inovação INCM.

A adesão à Rede Inovação INCM é feita online com o preenchimento do formulário e isenta de qualquer custo e pode ser proposta por todas as entidades públicas ou privadas, que desejem trabalhar em estreita colaboração no desenvolvimento de projetos de I&D e soluções inovadoras nas diversas áreas de atuação da empresa.

EDIÇÕES ANTERIORES

1ª Edição

“Papel Secreto – Uma abordagem Inovadora e de Baixo Custo” foi a ideia vencedora do Prémio IN3+, desenvolvida pela equipa coordenada pelos investigadores Elvira Fortunato e Rodrigo Martins, da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA. Atualmente este projeto detém já uma marca própria – ALMASCIENCE, Beyond Paper – e com diversas iniciativas em curso nos setores da saúde, marketing e sustentabilidade.

Foi ainda atribuído o segundo lugar à ideia “Cunhagem de Moedas Total ou Parcialmente Transparentes” do Instituto de Engenharia Mecânica do Instituto Superior Técnico e uma menção honrosa à ideia “Diminuição da Colonização Bacteriana em Moeda Metálica”, apresentada por uma equipa de investigadores composta por Telmo Santos, da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA, Carla Carvalho, do Instituto de Bioengenharia e Biociências do Instituto Superior Técnico, e Maria José Carvalho, do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

2ª Edição

“ATLAS – Autonomous Transport for Logistic Automatic System” foi a ideia vencedora do Prémio IN3+, que propôs a criação de um sistema baseado em robótica colaborativa e indústria 4.0. Desenvolvido em parceria com o Centro de Investigação UNINOVA, da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA, visa a melhoria da logística interna e expedição dos cartões de cidadão e passaporte eletrónico português.

As ideias que arrecadaram o 2.º e 3.º lugar foram, respetivamente, “Fabrico de Moedas Comemorativas através de Tecnologias Aditivas”, apresentada por uma equipa de investigadores do Instituto de Engenharia Mecânica do Instituto Superior Técnico, e “BlockCarPollution – Potenciar o uso de Transportes Coletivos e Partilhados com Recurso a Blockchain”, apresentada por elementos da Universidade de Aveiro e da empresa Ubiwhere.